Corinthians Steamrollers vence Santos Tsunami
Foto: NFL a Brasileira

Corinthians Steamrollers vence Santos Tsunami

(Estádio do Canindé, em SP) Por Caio Souza – O Corinthians Steamrollers, atual vice-campeão estadual, estreou com o pé direito na SPFL 2018. Neste sábado (24), na abertura do torneio, o Timão bateu o Santos Tsunami, por 13 a 3, no estádio do Canindé, em São Paulo.

Um dos destaques do time em 2017, Matheus Torres entrou apenas na segunda metade do duelo, mas entrou bem e passou para um touchdown . Sobre a partida, o quarterback avalia que a equipe ainda tem que evoluir. “Nosso time é novo, então, esperávamos um placar mais apertado, mesmo. Teve mudança na comissão técnica e no elenco, por isso algumas jogadas ainda não deram certo. Mas isso só com o tempo a gente vai pegando”, ressaltou.

O jogo

O time do Corinthians Steamrollers começou recebendo a bola. A equipe conseguiu mover as correstes, mas acabou pecando nas faltas, sofrendo um sack e dando a posse para o adversário. O Santos Tsunami conseguiu uma boa posição no punt, mas não avançou no ataque. A responsabilidade de abrir o placar foi para o Kicker Amilcar Neto, o Özil. Em um chute de 40 jardas, o kicker converteu, mas o time especial fez falta e o lance foi anulado.

No segundo quarto tivemos, finalmente, a abertura do placar. Após um campanha mesclando passes curtos e jogadas terrestres, o time da baixada inaugurou a contagem com Özil chutando para 20 jardas no meio do gol. Só que a vantagem durou pouco. Na sequência, Özil teve o chute bloqueado, e o alvinegro paulista recuperou a bola próximo à endzone. Na primeira tentativa, o Quarteback lançou para o recebedor Mone, ficando a uma jarda do touchdown. A equipe foi para a segunda descida, o próprio QB Rivelles se encarregou de correr com as próprias pernas para virar o jogo, 7 a 3.

O terceiro quarto iniciou com o times especial do Corinthians desviando um FG de 40 jardas, após um belo tapa do defensor Bezerra.

O Steamtollers substituiu Rivelles pelo lançador titular da temporada passada, Matheus Torres. Em seu primeiro passe, o QB lançou em profundidade no meio da defesa para o recebedor Vieras correr e deixar o time a uma jarda da área adversária. Decretando a campanha relâmpago do Steamrollers, Torres lançou no fundo da endzone, para o Wide Receiver A. Souza vencer o marcador e ampliar a vantagem, 13 a 3.

Em desvantagem no placar, o Tsunami até arriscou um Fake Punt, mas parou na defesa adversário. A equipe da baixada tentava passes de média distância pelos lados do campo, mas os drops atrapalharam.

O Santos Tsunami chegou nos últimos minutos de jogo com possibilidade de vencer. Precisando de um TD, extra point e um Field Gol para virar o jogo. A equipe conseguiu uma boa posição de campo, mas acabou errando o FG, assim decretando a vitória do Corinthians Steamrollers.

Entrevista com Matheus Torres

Em 2017, Torres foi o titular do Alvinegro Paulista. Eles explicou por que não começou jogando nesta estreia. “Tive alguns problemas na offseason, então, acabei perdendo alguns treinos. Até conversei com o Fabinho (técnico) e pedi para ele para não começar o jogo. Embora no ano passado eu tenha começado os jogos, eu não achava justo. O Igor (Rivelles) mereceu muito mais, treinou bastante enquanto eu não estava treinando”, disse, após o fim da partida, ao NFL à Brasileira.

Mesmo sem estar em campo no começo, o camisa 17 orientava os companheiros e auxiliava os treinadores. A liderança é algo que o jogador desenvolveu por conta da experiência no clube. “Acho que isso vem do tempo. Por incrível que pareça, posso falar que sou um veterano no time, mesmo aos 22 anos, pois estou há seis anos no Corinthians. Conheço o pessoal e consigo passar alguma coisa para o pessoal. Eu falei para eles no intervalo: vamos fazer o que a gente sabe fazer”, declarou.